NATURALIDADE
A naturalidade é a principal recomendação para quem precisa falar em público. Portanto, seja você mesmo. Evite inventar um personagem.

DICÇÃO
Pronuncie claramente as palavras. Isso facilitará a compreensão por parte do interlocutor.

INTENSIDADE
Mantenha uma boa intensidade (volume) de voz, evitando falar muito alto ou muito baixo. Observe sempre o ambiente. Se você conceder uma entrevista em ambiente aberto deverá falar um pouco mais alto. Se for num local fechado, com poucas pessoas, poderá falar com menor intensidade.

VELOCIDADE
Evite falar muito rápido, principalmente se sua dicção for deficiente. Use um gravador para conhecer melhor a velocidade da sua fala.

RITMO
Alterne a intensidade e a velocidade de sua fala. Uma pessoa que fala num tom elevado ou baixo demais, mesmo que tenha um excelente conteúdo, ficará prejudicada pela falta de brilho na exposição.

VOCABULÁRIO
O melhor vocabulário é aquele livre de expressões pobres e vulgares, como palavrões e gírias. Porém, não é recomendado um vocabulário técnico, com termos incompreensíveis às pessoas leigas. Procure “traduzir” as expressões técnicas quando for absolutamente necessário usá-las. Treine para ter uma linguagem adequada a todos os públicos.

GRAMÁTICA
Cuide da gramática procurando praticar sempre o português correto, evitando, no entanto, uma fala empolada ou erudita. Cuidado com os S nos plurais e os R nas palavras impessoais. Leia. Leia muito. A leitura é uma das melhores formas de aprendizado do idioma.

POSTURA
Mantenha uma postura ereta, distribuindo o peso do corpo sobre as duas pernas. Evite baixar demais os ombros, caracterizando submissão. Assim como não se deve elevar demais o tórax e a cabeça. Isso pode passar uma imagem de arrogância. Procure não cruzar os braços ou fazer gestos demasiados. Os gestos chamam mais a atenção do que a fala. Tenha um semblante sincronizado com o que está sendo dito. Se falar sobre algo triste, não sorria. Se for algo alegre, faça um semblante sorridente.

INÍCIO/MEIO/FIM
Toda mensagem ter que início, meio e fim. Mesmo que a sua fala (resposta) seja um pouco mais longa, conclua para evitar mal entendidos e dúvidas. No caso de ser interrompido com outra pergunta, procure voltar à resposta anterior se achar necessário acrescentar alguma informação.

EMOÇÃO
Jamais fale de forma monocórdia, sem emoção. Mas não esqueça que a emoção está diretamente ligada ao conteúdo. De um modo geral, fale com entusiasmo, demonstrando interesse pelo assunto e pelo interlocutor.